Conheça as causas e tratamentos para a Síndrome dos Ovários Policísticos

A Síndrome do Ovário Policístico, também conhecida pela sigla SOP, é um distúrbio endócrino que provoca alteração dos níveis hormonais, levando à formação de cistos nos ovários que fazem com que eles aumentem de tamanho. A doença atinge entre 5-18% da população feminina em idade fértil, sendo que até 70% das mulheres têm resistência insulínica, além de condições associadas a esse quadro, como a obesidade, alteração da glicose e hipertensão arterial.

Para realizar o diagnóstico da SOP são necessários o teste físico, o exame de imagem e o exame hormonal. O exame físico é feito no consultório médico com o objetivo de avaliar a presença de alterações nos ovários e no útero. Por meio dessa apuração, a doença é percebida pelo aparecimento de muitos folículos ao mesmo tempo na superfície de cada ovário. A ultrassonografia é o principal exame de imagem para detectar a presença de cistos ovarianos. Caso a paciente não seja virgem, o ultrassom transvaginal é o mais indicado.

A SOP é uma doença complexa do sistema endócrino. Esse sistema é uma rede de glândulas produtoras de hormônios que regulam funções reprodutivas e sexuais, além do sono, estresse, entre outras. No entanto, ainda não se sabe exatamente o que causa a doença, pois varia de pessoa para pessoa. Genética, comportamento, estilo de vida e ambiente podem influenciar.

Quais são os principais sintomas da SOP?

Embora seja uma doença comum, atingindo cerca de 105 milhões de mulheres no mundo, a Síndrome dos Ovários Policísticos muitas vezes não é percebida, especialmente entre as adolescentes, que podem achar que as alterações fazem parte da puberdade. Entretanto, perceber os sinais do corpo é essencial para diagnosticar a doença e tratá-la de forma adequada. Os principais sintomas da SOP são:

  • Pele oleosa, acne, marcas escuras na parte de trás da nuca;

  • Ganho de peso, especialmente em torno do abdômen;

  • Queda de cabelo e pelos em excesso crescendo na face ou no corpo;

  • Ciclos menstruais irregulares ou menstruação com fluxo intenso;

  • Dificuldade para engravidar.

Quais são os tratamentos para a Síndrome do Ovário Policístico?

A Síndrome do Ovário Policístico é uma doença crônica, mas existem diversas opções que ajudam a minimizar os sintomas e prevenir complicações no futuro. Como a SOP é tratada vai depender da causa e dos sintomas de cada pessoa. A mudança no estilo de vida é essencial no tratamento da doença, visando sempre os exercícios físicos, reeducação alimentar e mudanças no comportamento. Isso porque para pacientes obesas, a perda de peso pode ajudar a restabelecer a função da ovulação e melhorar os sintomas como crescimento de pelos faciais. No entanto, a perda de peso pode ser mais difícil para pessoas com SOP, por conta da ação dos hormônios, sendo muitas vezes necessário o acompanhamento nutricional.

Sobre a Clínica Santa Maria Auxiliadora

A Clínica Santa Maria Auxiliadora consolida-se pela busca contínua no que há de mais eficaz em serviços clínicos e de imagem. O local destaca-se pela competência e profissionalismo ao reunir médicos de renome e especialistas em imagem. Na clínica, as mulheres podem buscar atendimento ginecológico e realizar diversos exames para diagnosticar a SOP e outras doenças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu
Open chat
Entre em contato!